As cidades do futuro já são realidades no presente

As cidades inteligentes já são uma realidade em todo o mundo, tanto que, anualmente, acontece em Barcelona, na Espanha, o Smart City World Congress, um evento crucial para a discussão e exibição das últimas inovações e tendências no campo das cidades inteligentes. Durante o congresso, realizado de 7 a 9 de novembro de 2023, líderes, especialistas e entusiastas compartilharam ideias, debateram desafios urbanos e apresentaram soluções inovadoras que transformam as cidades em ambientes mais eficientes, sustentáveis e tecnologicamente avançados.

Durante a visita ao congresso, Fernando Leonardi, CEO da Geopixel, e Paulo Simão, Diretor de Negócios, identificaram cinco tendências que deverão nortear o futuro das cidades inteligentes:

  • Geoprocessamento é uma realidade: tudo acontece em algum lugar e em algum momento, por isso, toda informação é passível de geolocalização que permitirá uma análise mais ampla e completa, bem como o cruzamento com outras. Isso levará a decisões mais precisas, assertivas e rápidas;
  • Integração de dados torna a gestão mais eficiente: o geoprocessamento continuará sendo essencial para o desenvolvimento de smart cities enquanto plataforma que integra diversas tecnologias tais como câmeras de monitoramento, sistemas de gestão territorial, espaços verdes e de mobilidade urbana, pois ele permite uma maior compreensão de para onde e como a cidade está crescendo e uma alocação de recursos mais precisa e inteligente;
  • Tomada de decisão baseada em dados: cada vez mais, os dados serão essenciais para a tomada de decisão. Os governos que estão iniciando sua jornada para a construção de cidades inteligentes deverão adotar o geoprocessamento como uma ferramenta estratégica de fornecimento e gerenciamento de informações para apoiar processos de tomada de decisão em áreas como saúde, educação e mobilidade urbana;
  • Governança digital e participação cidadã:  plataformas digitais que facilitam a participação cidadã e promovem a transparência estão ganhando relevância. Essas ferramentas permitem que os residentes, acessem dados, resolvam questões sem sair de casa e contribuam ativamente para a tomada de decisões, fornecendo feedback instantâneo sobre questões urbanas e influenciando políticas locais;
  • Resiliência e Sustentabilidade: a resiliência das cidades em face de desafios climáticos e ambientais é uma preocupação central. Soluções inovadoras que ajudem a elaborar estratégias de adaptação às mudanças climáticas como sistemas de monitoramento e de alertas de risco são cada vez mais essenciais.

Durante o congresso o CEO e o Diretor de Negócios da Geopixel tiveram a oportunidade de ver o que multinacionais como Samsung, Cisco e Microsoft estão fazendo, bem como as práticas que governos de diversos países da Europa, como a Estônia, considerada uma das nações mais digitais do mundo, vêm adotando e após esses dias de vivência temos certeza de que à medida que as cidades buscam se adaptar e evoluir, a implementação de soluções inteligentes torna-se uma necessidade. A conectividade, mobilidade sustentável, participação cidadã, resiliência e o uso estratégico de tecnologias como a geointeligência são componentes cruciais no caminho em direção a cidades mais inteligentes e habitáveis.

Tags:

Buscar por uma notícia

    © 2023 Todos os direitos reservados para Geopixel
    plugins premium WordPress