Diversas prefeituras brasileiras, que fazem uso do Geopixel Cidades para sua gestão de dados municipais e do cadastro municipal, aparecem como destaque em ranking que mede a qualidade do gasto público municipal.

O ranking é resultado da classificação do Índice de Retorno do Tributo Municipal (IRTM), que mediu a capacidade dos municípios brasileiros em converter tributos municipais (orçamento) em realizações efetivas na qualidade de vida da população. Ele mensura quais cidades sabem aplicar melhor os recursos que recebem (taxas ou impostos), seja por arrecadação direta ou transferências de outros entes federativos, em saúde e educação.

O estudo foi realizado pela Assertif e divulgado em Setembro de 2021.

Os dados completos podem ser acessados em: https://retornometro.com.br/

O topo do ranking dos municípios não capital, é composto por Jundiaí (71 pontos), Piracicaba (70,4), São José dos Campos (69,3), Maringá (69,1) e Taubaté (68,1).

O IRTM utilizou como fonte de regresso dos impostos o Índice de Desafios da Gestão Municipal (IDGM), calculado para as 100 maiores cidades brasileiras. Já como custos, considerou a receita de arrecadação do município (incluindo repasses) em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) municipal, calculados pelo Ipeadata e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Saiba Mais em www.geopixel.com.br.

Tags:

Buscar por uma notícia

    © 2021 Todos os direitos reservados para Geopixel